Domingo, 28 Abril 2013 19:08

Tente me entender...

Avalie este item
(1 Votar)

Seria até poético se não fosse falso,
 seria engraçado se não fosse tão triste,
 nunca busquei muitas respostas,
 sempre vivi o que ia me sendo dado pelo destino.
 Hoje me sinto em uma estrada solitária,
 sem bússola, sem chegada e sem partida,
 sem luz e sem ninguém que possa me salvar ou me socorrer,
 que possa me cuidar e me proteger,
 das armadilhas do meu caminho.

Visto 912 vezes
Faça seu login ou cadastro acima para comentar